Debate

Avião termina pouso de ponta-cabeça mas todas as pessoas sobrevivem na Somália

19 • 07 • 2022 às 14:46 Vitor Paiva
Vitor Paiva   Redator Vitor Paiva é jornalista, escritor, pesquisador e músico. Nascido no Rio de Janeiro, é Doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Trabalhou em diversas publicações desde o início dos anos 2000, escrevendo especialmente sobre música, literatura, contracultura e história da arte.

Um avião se acidentou durante o pouso e terminou de ponta-cabeça na pista de um aeroporto na Somália, mas todos os passageiros sobreviveram.

O acidente aconteceu na terça-feira, 18 de julho, no Aeroporto Internacional de Aden Abdulle, em Mogadíscio, capital do país, com uma aeronave da companhia somali Jubba Airways, que vinha da cidade de Baidoa.

O avião da companhia somali Jubba Airways terminou de ponta-cabeça

O avião da companhia somali Jubba Airways terminou de ponta-cabeça em Mogadíscio

-Paquistão: sobrevivente de acidente aéreo relata momentos antes de queda

De acordo com a imprensa estatal, os 33 passageiros e 3 membros da tripulação foram retirados com vida antes do avião ser tomado pelo fogo.

O modelo que se acidentou era um Fokker 50, antigo turboélice desenvolvido na década de 1980: a aeronave da Jubba Airways de registro 5Y-JXN já voava há mais de 30 anos, principalmente em rotas domésticas no país africano.

De acordo com a imprensa local, as 36 pessoas que viajavam foram retiradas com vida da aeronave

De acordo com a imprensa local, as 36 pessoas que viajavam foram retiradas com vida do avião

Os bombeiros conseguiram controlar o incêndio a tempo para salvar os passageiros

Os bombeiros conseguiram controlar o incêndio a tempo para salvar os passageiros

-Startup vai transformar aviões antigos em aviões elétricos

Ainda não há informações oficiais sobre os motivos do acidente, mas diversos registros mostraram a densa fumaça preta que tomou conta do aeroporto, bem como a incrível cena do avião de cabeça para baixo na pista.

Segundo relatório levantado pela Flight Safety Foundation, a asa esquerda da aeronave se quebrou na raiz durante o pouso, por volta das 11h28 da manhã.

Ainda não há um relatório oficial explicando os motivos do acidente

Ainda não há um relatório oficial explicando os motivos do acidente

-Paquistão: sobrevivente de acidente aéreo relata momentos antes de queda

Ainda de acordo com o relatório, o avião então teria caído invertido e parado ao lado da pista, com o incêndio sendo controlado pelos bombeiros. A Jubba Airways possui dois Fokker 50, modelo que se tornou popular na década de 80 mas deixou de ser fabricado no final dos anos 90.

A companhia aérea somali foi fundada em 1998, e voa principalmente dentro do país, mas também para o Quênia, a Arábia Saudita, os Emirados Árabes e o Djibuti.

Um dos dois Fokker 50 da Jubba: a unidade que se acidentou voava desde 1992

Um dos Fokker 50 da Jubba: o equipamento que se acidentou voava desde 1992

A aeronave foi inteiramente consumida pelo fogo na pista do aeroporto na Somália

A aeronave terminou inteiramente consumida pelo fogo na pista do aeroporto na Somália

Publicidade

© fotos 1, 2, 3, 4, 6: SONNA/Divulgação

© foto 5: EDXYspotter/netAirspace


Canais Especiais Hypeness