Ciência

Câncer: entenda otimismo sobre vacina personalizada contra doença

06 • 07 • 2022 às 13:09
Atualizada em 06 • 07 • 2022 às 13:22
Redação Hypeness
Redação Hypeness Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Cientistas do Clatterbridge Cancer Center, centro de pesquisa britânico especializado no câncer, obteve resultados positivos nos testes de uma vacina “personalizada” contra a doença.

O Cancer Center tem trabalhado no desenvolvimento de um medicamento que utiliza o DNA dos pacientes para criar um imunizante individual, capaz de reduzir a reincidência do câncer de cabeça e de pescoço.

Vacina “personalizada” desenvolvida pela Transgene tem causado otimismo entre pesquisadores e pode salvar muitas vidas

Esse tipo específico de câncer possui um alto índice de reincidência. Porém, os ensaios clínicos feitos pelos pesquisadores indicam que dos oito pacientes que receberam o imunizante “personalizado”, nenhum experienciou a volta dos tumores.

Em um outro grupo de controle, que recebeu placebos, dois pacientes experienciaram o ressurgimento da doença. A amostra ainda é muito pequena para tirar conclusões sobre eficácia, mas os cientistas estão esperançosos de que a vacina possa ser um passo importante para as pesquisas sobre câncer.

– Covid: como não vacinados são tratados mundo afora

Em entrevista à imprensa britânica, o professor Christian Ottensmeier, consultor médico oncologista e diretor de pesquisa do Clatterbridge Cancer Center, afirmou estar “cautelosamente otimista”.

“Estou realmente esperançoso, sim. Estou bastante animado com isso. Todos os dados estão apontando na direção certa”, contou o pesquisador à Sky News, rede de televisão sediada em Londres.

Tecnologia da vacina

A vacina, batizada de TG4050, possui uma tecnologia similar aos imunizantes Astrazeneca e Sputnik V, ambos criados para combater a covid-19.

De acordo com o Transgene, laboratório por trás da pesquisa, os cientistas combinam o DNA dos tumores com um vírus inofensivo para o corpo humano.

Tecnologia recombinante de vacina contra a covid-19 é similar a do imunizante contra o câncer de cabeça e pescoço

A partir dessa recombinação, o nosso sistema imune “confundiria” as células cancerígenas com o vírus. Assim, nosso próprio corpo seria capaz de lutar contra os tumores em estágio praticamente inicial, impedindo a formação de tumores e sem necessidade de quimioterapia ou outros tratamentos agressivos.

O câncer de cabeça e de pescoço atinge 900 mil pessoas ao redor do mundo todos os anos e é considerado extremamente letal, sendo a causa de 400 mil mortes anualmente.

Publicidade

Fotos: © Getty Images


Canais Especiais Hypeness