Ciência

Crise de ansiedade e crise de pânico: qual a diferença entre as duas?

11 • 07 • 2022 às 11:13 Roanna Azevedo
Roanna Azevedo   Redatora Diretamente da zona norte do Rio, é jornalista por profissão e curiosa por conta própria. Ama escrever sobre cinema e o universo do entretenimento há mais de dois anos. Tem paixão por tudo que envolve cultura, música, arte e comportamento, além de ficar sempre ligada no que rola no mundinho da comunicação nas redes sociais.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), quase 19 milhões de brasileiros sofrem com transtorno de ansiedade. Esse número aumentou durante a pandemia de Covid-19 e, desde 2017, representa o maior índice do mundo. Mesmo assim, pouca gente tem conhecimento sobre a doença, chegando a confundi-la com síndrome do pânico. Apesar das crises geradas pelas duas dificultarem relacionamentos sociais e profissionais, elas se comportam e se originam de formas distintas.

Abaixo, explicamos as diferenças entre crises de ansiedade e crises de pânico e a importância que isso tem para realização correta do diagnóstico e busca do melhor tratamento.

Ansiedade é um hábito que pode ser abandonado, segundo este psiquiatra; saiba como

O que é transtorno de ansiedade?

O transtorno de ansiedade se faz presente quando a ansiedade deixa de ser um sentimento comum e se transforma em uma preocupação extrema com o futuro, causando intensos sintomas físicos e psicológicos. Tremores, inquietação, palpitações, irritabilidade, suor excessivo, falta de ar e dor de cabeça formam apenas uma parcela do que as pessoas sentem durante uma crise de ansiedade.

Kim Basinger revela luta contra ansiedade: ‘Eu não saía’. Entenda a fobia de lugares públicos

O que é síndrome do pânico?

Síndrome ou transtorno do pânico se caracteriza por episódios repentinos de medo e desespero marcados por sintomas físicos. Assim como no caso da ansiedade, as pessoas que sofrem crises de pânico sentem tremores, palpitações, suor excessivo e falta de ar, além de formigamento, náusea, receio de enlouquecer ou até mesmo morrer. Também é comum sentir pontadas de dor no peito.

Qual a diferença entre crise de ansiedade e crise de pânico?

A principal diferença entre a crise de ansiedade e a crise de pânico é a intensidade dos sintomas e a frequência em que cada uma delas ocorre. A ansiedade costuma ser causada por motivos mais lógicos e palpáveis, como a iminência de uma prova, um compromisso ou um evento importante. Já o ataque de pânico acontece de forma súbita, sem a existência de uma razão motivadora.

Estudo diz que cérebro pode diminuir ansiedade e aumentar foco com envelhecimento

Como diferenciá-las por conta própria é muito difícil e envolve diversas questões, o ideal é procurar a ajuda de um médico e, após o diagnóstico, iniciar o tratamento mais adequado. Medicamentos e psicoterapia costumam ser a recomendação.

Publicidade

Foto 1: OsakaWayne Studios/Getty Images

Foto 2: Halfpoint Images/Getty Images

Foto 3: Peter Dazeley/Getty Images


Canais Especiais Hypeness