Arte

Festa literária da Mantiqueira vai homenagear Conceição Evaristo e tem edital para participação aberto

26 • 07 • 2022 às 19:23
Atualizada em 28 • 07 • 2022 às 20:19
Vitor Paiva
Vitor Paiva   Redator Vitor Paiva é jornalista, escritor, pesquisador e músico. Nascido no Rio de Janeiro, é Doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Trabalhou em diversas publicações desde o início dos anos 2000, escrevendo especialmente sobre música, literatura, contracultura e história da arte.

Em sua quinta edição, a FLIMA, Festa Literária Internacional da Mantiqueira, vai homenagear a grande escritora mineira Conceição Evaristo em sua volta ao presencial, após dois anos de festa realizada apenas virtualmente. O evento irá acontecer na cidade de Santo Antônio do Pinhal, a 2 horas de carro de São Paulo, entre os dias 25 e 28 de agosto, ao redor do tema “decolonialismo”, e trazendo uma nova proposta de curadoria horizontal.

A escritora mineira Conceição Evaristo, homenageada na quinta edição da FLIMA

A escritora mineira Conceição Evaristo, homenageada na quinta edição da FLIMA

-Candidatura de Conceição Evaristo à ABL é afirmação da intelectualidade negra

Em 2022, a FLIMA busca, alinhada ao tema do evento e à obra da homenageada, inovar em seu funcionamento curatorial, através da abertura de um edital e convocatória de participação. “Sempre pensamos a programação de forma democrática e inclusiva. Com o edital, vamos ampliar as possibilidades de participação, o que também reflete o pensamento decolonial da curadoria”, afirma o jornalista Roberto Guimarães, idealizador da festa.

As informações sobre o festival e o edital em sua edição 2022 estão disponíveis no site

As informações sobre o festival e o edital em sua edição 2022 estão disponíveis no site

-Decolonial e descolonial: qual a diferença entre os termos?

O edital irá selecionar propostas para realização de atividades literárias e artísticas, direcionadas aos públicos infantojuvenil, jovem e adulto. Rodas de conversa, lançamento de livros, oficinas, contações de história, leituras, slams, performances, shows de música e apresentações teatrais poderão ser contemplados, a partir de propostas enviadas para o site até o dia 31 de julho. Os projetos serão avaliados pelo conselho curatorial da FLIMA, e o resultado será divulgado em 5 de agosto.

Mesa com o escritor Milton Hatoum em conversa com o jornalista Manuel da Costa Pinto, no festival em 2018

Mesa com o escritor Milton Hatoum com o jornalista Manuel da Costa Pinto no festival em 2018

-Público LGBT+ ganha ótimas opções de pousadas na Serra da Mantiqueira

A escolha pela romancista, poeta e contista Conceição Evaristo como homenageada sublinha, segundo a comunicação do evento, o próprio tema da edição, como forma de reflexão sobre o Brasil nos 200 anos da independência oficial do país a partir da literatura e do fazer literário. Uma das mais importantes autoras e pesquisadoras brasileiras, Evaristo tem a perspectiva decolonial, feminista e negra como algumas das principais forças de sua escrita.

Evaristo venceu o Prêmio Jabuti em 2015 com o livro de contos “Olhos D 'Água"

Evaristo venceu o Prêmio Jabuti em 2015 com o livro de contos “Olhos D ‘Água”

-Carolina Maria de Jesus terá obra publicada com supervisão da filha e de Conceição Evaristo

“Para além da inegável qualidade estética, a literatura de Conceição Evaristo dá visibilidade a um Brasil que a história oficial tentou apagar. Nesse momento, em que o país flerta com a volta da barbárie, ler Conceição é, também, um ato político, no melhor sentido do termo”, afirma Roberto Guimarães. A autora foi homenageada como personalidade literária no Jabuti em 2019, prêmio que venceu em 2015 com o livro de contos “Olhos D ‘Água“. As informações sobre o festival podem ser acessadas aqui.

Publicidade

Canais Especiais Hypeness