Debate

Justiça penhora bens e bloqueia contas de Ronaldinho Gaúcho por dever milhões em pensão

29 • 07 • 2022 às 14:16 Redação Hypeness
Redação Hypeness Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

O ex-atleta Ronaldinho Gaúcho teve seus bens penhorados e suas contas bloqueadas pela Justiça por dever milhões em pensão para sua ex-noiva, Priscilla Coelho.

Priscilla e Ronaldinho foram noivos por seis anos. A mulher conseguiu o direito de receber R$ 100 mil por mês do ‘Bruxo’, que nunca pagou um centavo de sua dívida com ela. Com juros e correção, a pensão já ultrapassa a casa dos milhões.

Essa não é a primeira dívida milionária de Ronaldinho; carreira de ex-atleta é repleta de problemas judiciais

Ele tinha até o dia 28 de julho para fazer o pagamento da dívida. Como ele não realizou a transferência dos recursos, a Justiça ordenou o bloqueio de todos os seus bens e de suas contas bancárias.

Priscila viveu por seis anos com R10 e conseguiu o reconhecimento de uma união estável na Justiça, o que lhe dá o direito a uma pensão. Não cabe recurso para o ex-atleta. Enquanto isso, Ronaldinho viaja pela Espanha e segue ostentando em suas redes sociais.

Ronaldinho Gaúcho – polêmicas

A conturbada vida de Ronaldinho fora dos campos é alvo dos noticiários desde seus tempos como jogador em sua segunda passagem no Brasil. O atleta, conhecido pelo seu gosto pela noite acumulou relações conturbadas com as torcidas de Grêmio, Flamengo e Fluminense.

Em 2012, teve que depor a uma Comissão Parlamentar de Inquérito por contratos suspeitos entre a prefeitura de Porto Alegre (RS) e o Instituto Ronaldinho Gaúcho. Em 2015, o Ministério Público Estadual do Rio Grande do Sul autuou Ronaldinho e seu irmão por danos ambientais na orla do Guaíba, também na capital gaúcha. Eles construíram um trapiche, um ancoradouro e uma plataforma de pesca em uma Área de Proteção Permanente.

A falta de pagamento desta última multa culminou na ordem de apreensão de seus bens e de seu passaporte. A Justiça determinou a quebra do sigilo bancário de Ronaldinho em 2018, e foram encontrados R$ 24 em suas contas bancárias. No mesmo ano, o atleta estreava propagandas e chegou até a participar da abertura da Copa do Mundo da Rússia, em um de seus mais famosos “rolês aleatórios”.

Em 2019, quitou suas dívidas com o MP-RS e também aproveitou para negociar outro débito então desconhecido: Ronaldinho estava devendo mais de R$ 7,5 milhões de Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) e taxa de coleta de lixo para a prefeitura porto-alegrense.

No ano seguinte, Ronaldinho foi preso com um passaporte falso do Paraguai. O jogador ficou detido entre março e agosto no país vizinho por conta de suas documentações falsas. Também em 2020, o ex-atleta se tornou réu de uma ação civil pública que buscava reparações no valor de R$ 300 milhões por conta de uma suposta pirâmide financeira.

Publicidade

Fotos: Reprodução/Instagram/@ronaldinho


Canais Especiais Hypeness