Debate

Léo Dias vira alvo de federação dos jornalistas por ferir código de ética

04 • 07 • 2022 às 16:24 Redação Hypeness
Redação Hypeness Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

“Vale tudo por um furo!? E o Código de Ética do Jornalista?”. É com essas perguntas que a Fenaj – Federação Nacional de Jornalistas abre o texto de denúncia contra o colunista Léo Dias, que há muito já expõe mulheres em suas fofocas. No final de junho, ele divulgou informações sigilosas sobre o estupro e gravidez da atriz Klara Castanho, de 21 anos, no jornal Metrópoles. Agora, a Fenaj deve encaminhar denúncia ao Conselho de Ética do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal (SJPDF).

Léo Dias vira alvo de federação dos jornalistas por ferir código de ética

Léo Dias vira alvo de federação dos jornalistas por ferir código de ética

O furo, no jargão jornalístico, é a notícia dada em primeira mão, de forma inédita, antes dos outros veículos de imprensa. E pessoas como Léo Dias vivem basicamente disso, mas sem levar em conta os possíveis desdobramentos desse conteúdo exclusivo ser lançado ao mundo.

No caso da divulgação deste fato de conteúdo sensível, o resultado foi uma sequencia de ataques violentos, misóginos e machistas à vítima, que teve de se pronunciar mesmo com todo o trauma vivido. O texto do colunista antiético foi apagado, mas o estrago já estava feito.

—A misoginia como método: mídia, justiça e medicina na cruzada contra os direitos das mulheres

“São fortes as evidências de que o colunista feriu o Código de Ética do Jornalista Brasileiro. Pela gravidade do caso, a Diretoria Executiva e a Comissão de Mulheres da Fenaj vão encaminhar denúncia contra o jornalista à Comissão de Ética do Sindicato dos Jornalistas do Distrito Federal, que deverá apurar o caso, dando amplo direito de defesa ao profissional”, diz trecho da nota divulgada pelo órgão.

O Metrópoles se manifestou em nota oficial, após a publicação da matéria que prejudicaria a vida de uma mulher, mas afirmou que Léo Dias não será demitido.

Segundo o texto da Fenaj, o colunista feriu o Código de Ética do Jornalista Brasileiro e, “pela gravidade do caso, a diretoria executiva e a Comissão de Mulheres da Fenaj vão encaminhar denúncia contra o jornalista à Comissão de Ética do Sindicato dos Jornalistas do Distrito Federal, que deverá apurar o caso”.

—Homens brancos dominam redações de maiores jornais do país, aponta levantamento

Publicidade

Canais Especiais Hypeness