Sustentabilidade

Londres se prepara para maior temperatura da história; veja recordes climáticos recentes

18 • 07 • 2022 às 13:04 Vitor Paiva
Vitor Paiva   Redator Vitor Paiva é jornalista, escritor, pesquisador e músico. Nascido no Rio de Janeiro, é Doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Trabalhou em diversas publicações desde o início dos anos 2000, escrevendo especialmente sobre música, literatura, contracultura e história da arte.

O Reino Unido declarou emergência nacional por conta do calor excepcional e extremo que castiga o país nos últimos dias.

Com os termômetros marcando 37º C nesta segunda-feira, dia 18, e previsão para a semana de temperaturas alcançando os 41º C, o alerta sugere que o clima impõe risco potencial de morte para a população: de acordo com os serviços meteorológicos europeus, a onda de calor que atravessa o continente está rumando para o norte, e pode bater recordes na região.

Termômetro marcando o calor na estação de Oxford Circus, em Londres

Termômetro marcando o calor na estação de Oxford Circus, em Londres

-Ondas de calor te deixam mais burro, aponta estudo

Recorde histórico

Segundo o Met Office, serviço nacional de meteorologia do Reino Unido, o recorde atual de calor é de 38,7º C, medido em 2019, mas o BBC Weather, medidor de temperatura da rede de comunicação britânica, já registrou 38º C hoje, dia 18.

A expectativa, portanto, é que o recorde de temperatura seja superado nos próximos dias: o verão europeu começou no fim de junho, e a média de temperatura do Reino Unido para o período costuma ser entre 21ºC e 23º C.

Cartaz no metrô de Londres recomendando que se evite viagens por conta do calor entre hoje e amanhã

Cartaz no metrô de Londres recomendando que se evite viajar pelo calor entre hoje e amanhã

-Calor na Índia beira os 50 graus e país vive crise climática gigantesca

Calor escaldante 

A onda de calor que atinge a Europa desde o início do verão de 2022 já tirou a vida de mais de mil pessoas, especialmente na Espanha, em Portugal e na França.

A expectativa para os próximos dias no sul da França, onde mais de 14 mil pessoas tiveram de deixar suas casas por conta de incêndios florestais na região, é de que os termômetros marquem 40º C: as temperaturas sem precedentes superam em mais de 10º C as médias esperadas para o período.

Casal se protegendo do sol com guarda-chuva em parque londrino nesta segunda, dia 18

Casal se protegendo do sol com guarda-chuva em parque londrino nesta segunda, dia 18

Jovem tomando banho de sol no Regents Park, em Londres: a temperatura hoje é de 37º C

Jovem tomando banho de sol no Regents Park, em Londres: a temperatura hoje é de 37º C

-Mundo pode ter década mais quente da história, segundo agência britânica

O impacto do calor no continente é agravado pelo fato da maioria dos edifícios não possuir ar-condicionado, e ser construída para reter calor. No País de Gales, a temperatura de 35,3º C marcada recentemente é a maior já registrada.

A previsão é de que a temperatura siga subindo no Reino Unido ao longo da semana, em quadro que pode antecipar em 28 anos uma previsão sobre as mudanças climáticas para o país: a estimativa era de que somente em 2050 o país enfrentaria um verão de 40º C.

O gramado diante da Ponte de Londres também se tornou local de banho de sol para a população

O gramado diante da Ponte de Londres também se tornou local de banho de sol para a população

Publicidade

Canais Especiais Hypeness