Debate

Mãe de morto no Jacarezinho vence ação contra Thiago Gagliasso e usa dinheiro para distribuir quentinhas

05 • 07 • 2022 às 12:18
Atualizada em 05 • 07 • 2022 às 12:24
Redação Hypeness
Redação Hypeness Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

O ator Thiago Gagliasso foi condenado pela Justiça a indenizar Adriana Santana de Araújo Rodrigues em R$ 10 mil reais. O irmão do ator global Bruno Gagliasso fez uma postagem afirmando que Adriana tinha associação ao tráfico de drogas. Ela é mãe de Marlon Santana De Araújo, vítima da chacina que massacrou 28 pessoas durante uma operação policial no Jacarezinho, no Rio de Janeiro, em 6 de maio deste ano.

Thiago Gagliasso é ávido apoiador do presidente Jair Bolsonaro, que recentemente parabenizou policiais por operação que deixou 28 mortos em comunidade no Rio de Janeiro

Drica, como é conhecida, é uma das principais vozes na luta por justiça pelas vítimas da operação policial mais letal da história do Rio de Janeiro. Gagliasso postou uma foto de uma mulher armada e disse que ela era Adriana, mesmo com informações públicas confirmando que se tratava de uma imagem falsa.

– iPhone tem atalho que pode combater violência policial: ‘Ei Siri, tô tomando um enquadro’

A condenação foi homologada na última terça-feira (28). Além de indenizar Drica, Thiago deve fazer uma retratação pública pela difamação. Ele deve pagar multa no valor de R$ 200 por dia sem comunicar aos seus seguidores que difamou Adriana.

“Até essa condenação, não sabia quem era Thiago Gagliasso, nunca tinha ouvido falar dele. Sabia quem era o Bruno Gagliasso, que sempre acompanhei e é uma pessoa edificante. Fui saber que esse cara era irmão do Bruno quando ele apareceu para falar de mim e da minha família. Achei boa a condenação. Só lamento que ele use o sobrenome Gagliasso porque mancha a imagem do Bruno, que é uma boa pessoa. Esse cara é um nada. Era isso que eu queria falar para ele nas audiências do processo que ele não foi. Ele é um nada. Mas nem assinar as convocações para as audiências, ele assinou”, disse a vítima da difamação ao site G1.

– Jovem negro denuncia violência da Polícia Militar com ensaio fotográfico poderoso

Ela utilizará o dinheiro para investir em quentinhas em uma ação social que faz junto a pessoas nas cracolândias do Rio de Janeiro. “Toda semana distribuo de 60 a 100 quentinhas nas cracolândias da cidade. Na verdade, saio com a comida e vou distribuindo para quem encontrar na rua. Nem sempre tenho ajuda de doações, então sai mesmo do meu bolso. Além das quentinhas, queria levar alguma coisa para presos que perderam as mães e não recebem nenhum tipo de ajuda”, disse Drica.

Publicidade

Fotos: Reprodução/Instagram/@thigagliasso


Canais Especiais Hypeness