Ciência

Mary Anning: paleontóloga no início do século 19, que raramente recebia o crédito por suas descobertas

01 • 07 • 2022 às 10:07
Atualizada em 06 • 07 • 2022 às 10:14
Vitor Paiva
Vitor Paiva   Redator Vitor Paiva é jornalista, escritor, pesquisador e músico. Nascido no Rio de Janeiro, é Doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Trabalhou em diversas publicações desde o início dos anos 2000, escrevendo especialmente sobre música, literatura, contracultura e história da arte.

A cientista inglesa Mary Anning foi uma das mais importantes paleontólogas da história, mas seu nome raramente recebeu os reconhecimentos merecidos, pelo mais evidente motivo: ela era uma mulher, na Inglaterra do século XIX. Suas descobertas contribuíram para o estabelecimento do pensamento científico sobre a pré-história e a geologia, e foi Anning quem descobriu o primeiro fóssil de ictiossauro, réptil marinho do período triássico, quando ela tinha apenas 12 anos.

Retrato de Mary Anning com seu cachorro Tray, que a acompanhava nas escavações

Retrato de Mary Anning com seu cachorro Tray, que a acompanhava nas escavações

-Seleção Hypeness: relembre a história de 7 mulheres entre as muitas injustiçadas pela história

Nascida na cidade de Lyme Regis em 1799, Mary Anning cresceu em uma família pobre e, apesar de muito cedo ter revelado seu talento para a descoberta e a coleta de fósseis, enfrentou dificuldades financeiras por toda vida. Sendo mulher, pobre e não anglicana, ela simplesmente não podia participar da comunidade científica, mesmo quando já era famosa por seus feitos: às mulheres não era permitido se associar à Sociedade Geológica de Londres, e ela não recebia crédito por suas contribuições.

Registro de um Dimorphodon macronyx, descoberto por Mary Anning em Lyme Regis

Registro de um Dimorphodon macronyx, descoberto por Mary Anning em Lyme Regis

Praia na costa de Charmouth, em Dorset, onde a família de Anning fez parte de suas descobertas

Praia na costa de Charmouth, em Dorset, onde a família de Anning fez parte de suas descobertas

-Uma das teorias mais importantes foi ignorada por ter sido descoberta por uma mulher

Pois, além das muitas descobertas que realizou em campo, Anning era frequentemente consultada por seus pares paleontólogos, para identificar fósseis ou sobre como realizar coletas. Suas realizações incluem a descoberta do primeiro dos dois esqueletos completos de um plesiossauro, o primeiro esqueleto de um pterossauro fora da Alemanha, além de diversos peixes fósseis. Vários detalhes sobre animais pré-históricos foram também reconhecidos e estabelecidos por suas pesquisas, e hoje seus fósseis se encontram no Museu de História Natural de Londres.

Registro de um Plesiosaurus macrocephalus descoberto por Anning

Registro de um Plesiosaurus macrocephalus descoberto por Anning

-As mulheres ‘invisíveis’ que participaram da criação da tabela periódica

Anning publicou somente um artigo científico em vida, no Journal of Natural History, em 1839, sendo uma reprodução de uma carta que escreveu para o editor da revista, questionando e corrigindo algumas afirmações. Em outra carta, a paleontóloga escreveu: “O mundo usou-me tão maliciosamente, que eu temo que ele fez-me suspeita de todos”. As dificuldades financeiras fizeram com que ela vendesse boa parte dos fósseis que encontrava, principalmente nas costas rochosas de Lyme Regis.

Estátua de Anning em Lyme Regis - incluindo seu inseparável cachorro Tray

Estátua de Anning em Lyme Regis – incluindo seu inseparável cachorro Tray

-Em mais de 100 anos apenas 17 mulheres receberam o Nobel frente a 572 homens

Mary Anning viria a falecer em 1847, aos 47 anos, na mesma cidade onde nasceu, cresceu e trabalhou e, a partir de sua morte, sua história e seus feitos passaram a ser ainda mais reconhecidos. Em 2010, seu nome foi incluído entre as dez mulheres britânicas que mais influenciaram a história da ciência pela Royal Society.

Carte de Mary relatando a descoberta do plesiossauro

Carte de Mary relatando a descoberta do plesiossauro

Publicidade

Canais Especiais Hypeness