Debate

O país onde ter cães e gatos pode estar prestes a se tornar crime

28 • 07 • 2022 às 09:13
Atualizada em 02 • 08 • 2022 às 10:42
Vitor Paiva
Vitor Paiva   Redator Vitor Paiva é jornalista, escritor, pesquisador e músico. Nascido no Rio de Janeiro, é Doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Trabalhou em diversas publicações desde o início dos anos 2000, escrevendo especialmente sobre música, literatura, contracultura e história da arte.

Ter um cão ou gato como animal de estimação poderá se tornar proibido por lei em todo o Irã. No país vivendo sob as radicais leis islâmicas, os pets são vistos como um símbolo de ocidentalização, e especialmente os cães, como animais impuros na tradição: há décadas que as leis do país tentam proibir os pets, e uma nova legislação será votada pelo parlamento iraniano em breve, e poderá restringir a possibilidade de ter um animal de estimação, confiscar os cães e gatos e punir os donos.

Cão sendo examinado em veterinário de Teerã

Cão sendo examinado em veterinário de Teerã

-Capas de revistas femininas mostram como se vestiam as mulheres no Irã nos anos 70

Os moradores da capital, Teerã, enfrentam atualmente uma onda de apreensões de animais, com autoridades não somente confiscando cães em passeios, como ameaçando os donos de multas e mesmo prisões. Segundo a polícia da cidade, passear com cães e parques tornou-se crime como uma medida para “proteção dos direitos públicos contra animais perigosos e nocivos”: a lei enquadra os cachorros e gatos na mesma categoria que coelhos, crocodilos, cobras e lagartos.

No Museu dos Gatos Persas, no Irã, veterinária examina um gato

No Museu dos Gatos Persas, no Irã, veterinária examina um gato

-Iraniana condenada à prisão por entrar em estádio ateia fogo em si mesma

O chefe da polícia, Mohammad Hossein Hamidi, afirmou em entrevista recente que “a criação de pets causa medo e pânico na população”. O novo projeto de lei poderá permitir a criação de animais somente entre aldeões, nômades, pastores ou outras pessoas que precisem dos animais para funções, como a segurança de suas propriedades. Em Teerã, consta que os animais vêm sendo transportados para abrigos inadequados, ou simplesmente soltos em áreas abertas, longe dos centros urbanos.

Os animais de rua também vem sendo recolhidos na capital do Irã

Os animais de rua também vem sendo recolhidos na capital do Irã

-Ventos de mudança sopram mais forte e mulheres conseguem reverter lei machista no Irã

Além de ser a terra de origem dos gatos persas, o Irã curiosamente foi um dos primeiros países do Oriente Médio a legislar pelo bem-estar dos animais, ainda em 1948, com o governo estabelecendo instituições pelos direitos dos animais no país. A Revolução Islâmica de 1979, porém, derrubou o xá Mohammad Reza Pahlavi e alterou radicalmente a vida da população iraniana, e poderá agora determinar um futuro sombrio também para os pets do país.

Publicidade

© fotos: Getty Images


Canais Especiais Hypeness