Debate

Os mistérios sobre a morte de Elvis Presley: família colocou segredo de 50 anos sobre autópsia

15 • 07 • 2022 às 09:57
Atualizada em 19 • 07 • 2022 às 10:33
Vitor Paiva
Vitor Paiva   Redator Vitor Paiva é jornalista, escritor, pesquisador e músico. Nascido no Rio de Janeiro, é Doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Trabalhou em diversas publicações desde o início dos anos 2000, escrevendo especialmente sobre música, literatura, contracultura e história da arte.

A morte de Elvis Presley é envolta em tanto mistério que, passados 45 anos, até hoje há quem acredite que ela não aconteceu: a verdade, porém, é que o cantor estadunidense morreu em 16 de agosto de 1977, mas o resultado da autópsia foi colocado em segredo pela família por 50 anos. A nova cinebiografia “Elvis”, contando a vida do rei do Rock, chegou aos cinemas brasileiros na quinta, dia 14, mas as dúvidas e confidências sobre as circunstâncias da morte do artista permanecem.

Elvis em 1958, no auge de seu sucesso

O jovem Elvis em 1958, no auge de seu sucesso

-A história e os debates por trás de uma das fotos mais ‘sensuais’ do rock

Na ocasião, a primeira divulgação informou simplesmente que o cantor havia desmaiado e morrido de uma parada cardíaca em sua mansão Graceland, na cidade de Memphis, no Tennessee. A rapidez com que o motivo da morte foi divulgado e o assunto foi encerrado causou estranheza, e levou a imprensa e especialistas a afirmarem que as razões da morte de Elvis com apenas 42 anos não estavam explicadas: o fato da família ter decidido manter a autopsia em segredo por 50 anos, até 2027, agravou ainda mais o clima de mistério.

O cantor na história apresentação no programa de TV Ed Sullivan Show, em 1956

O cantor na história apresentação no programa de TV Ed Sullivan Show, em 1956

O ator Austin Butler interpretando o artista na cinebiografia "Elvis", de 2022

O ator Austin Butler interpretando o artista na cinebiografia “Elvis”, de 2022

-7 bandas pra lembrar que o rock é música preta inventada por pretos

Aos poucos, porém, informações foram sendo descobertas, e hoje sabe-se que o exame revelou o uso de diversas substâncias e medicamentos como motivo da morte, incluindo sedativos, fortes analgésicos e opioides. Elvis lutava contra o vício em drogas, especialmente medicamentos, há anos, e consta que seu coração estava inchado já ao dobro do tamanho normal, por conta de uma doença cardiovascular em estado grave.

Capa de jornal estadunidense noticiando a morte de Elvis por ataque cardíaco, aos 42 anos

Capa de jornal estadunidense noticiando a morte de Elvis por ataque cardíaco, aos 42 anos

-Antes e depois: histórias inspiradoras de quem venceu a luta contra as drogas

Outras informações vazadas da autopsia afirmam que o artista carregava fezes de quatro meses em seu intestino, e ainda um enfisema pulmonar e dificuldade de respirar, apesar de nunca ter sido fumante. Consta que, aos 40 anos, Elvis pesava 160 quilos e, no ano de sua morte, em 1977, já quase não saia da cama e se recusava a tomar banho, apresentando feridas em seu corpo. Uma reportagem publicada em 1980 revelou que, nos últimos 20 meses de sua vida, mais de 12 mil medicamentos foram prescritos para o artista.

O artista em 1977, pouco tempo antes de falecer

O artista em 1977, pouco tempo antes de falecer

-Taylor Hawkins: relembre outros músicos que morreram em turnês pelo mundo

Segundo as teorias da conspiração, o artista não teria morrido, mas forjado a própria morte e fugido das pressões do estrelado, e se mudado para Argentina, onde teria passado a viver com o nome John Burrows. Um dos personagens mais impactantes e icônicos do século 20, Elvis Presley foi a mais popular e emblemática figura do início da popularização do Rock, na segunda metade dos anos 1950. Com mais de 500 milhões de discos vendidos oficialmente, é reconhecido como o artista solo mais bem-sucedido da história da música.

Túmulo de Elvis em sua casa, Graceland, nos EUA

Túmulo de Elvis em sua casa, Graceland, nos EUA

Publicidade

© fotos 1, 6: Wikimedia Commons

© fotos 2, 4, 5: Getty Images

© foto 3: Divulgação


Canais Especiais Hypeness