Debate

Qual o futuro do Luva de Pedreiro após polêmica com empresário Allan Jesus?

07 • 07 • 2022 às 10:09 Redação Hypeness
Redação Hypeness Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

O influenciador digital Iran Santana Alves, conhecido como Luva de Pedreiro, ganhou os noticiários do país nas últimas semanas depois de expor a relação com seu ex-empresário Allan Jesus. O jovem de 20 anos ficou famoso na internet falando de futebol e hoje soma mais de 33,5 milhões de seguidores entre Instagram e Tiktok.

Depois de fazer sucesso, Iran foi procurado por Allan com um contrato para gerenciar sua carreira – assinado sem o acompanhamento de um advogado. O documento unia os dois até 2026, mas desde que começou o trabalho, o infuenciador afirma que sua vida financeira bastante humilde não mudou.

Qual o futuro do Luva de Pedreiro após polêmica com empresário Allan Jesus?

Em entrevista ao Esporte Espetácular, o empresário afirmou que começaria uma reforma na casa do Luva de Pedreiro e que o agenciado seria remunerado em breve. Mas segundo Iran, além do problema financeiro, ele não tinha mais controle sobre sua própria vida. “Não podia sair com meus amigos, não podia gravar minhas coisas, não podia postar as música que eu gosto”, contou ao Fantástico.

Irritado, Iran fez uma live dizendo que deixaria de publicar seus vídeos. Poucos dias depois, foi a Recife fechar contrato com outros empresários, mesmo com seu antigo contrato ainda ativo. Desde o início do ano, o influenciador recebeu cerca de R$ 7,5 mil do ex-empresário, mas fontes do mercado publicitário afirmam que, só com duas ações publicitárias feitas no período do contrato, mais de R$ 1,3 milhão teriam entrado na conta.

Segundo a coluna do colunista Léo Dias, Allan Jesus conseguiu medida judicial que estipula multa de R$10 mil em caso de ausência do influenciador em acordos antigos. Luva ainda pode ser multado em R$ 200 mil se citar o nome de Allan na mídia ou nas redes, mas, mais do que isso, para rescindir o contrato com o empresário, o jovem teria que arcar com uma multa no valor de R$ 5,2 milhões, além de perder acesso ao lucro obtido com os contratos publicitários firmados.

Depois da polêmica, o empresário soltou comunicado afirmando que “os contratos de publicidade, todos eles, somam, aproximadamente, um pouco mais de R$ 2 milhões. E nenhum pagamento ainda foi feito. Todos os pagamentos serão feitos a partir de julho de 2022”.

O empresário Allan de Jesus afirma ter recebido ameaças de morte após o vazamento de seus dados pessoais e das publicações de Iran nas redes sociais. Ele foi à justiça pedir que a divulgação de informações sigilosas do contrato não fosse feita pelo Fantástico e teve a liminar concedida pela juíza Maria Cristina de Brito Lima, do Rio de Janeiro. A Globo entendeu que liminar viola a liberdade de imprensa e recorreu da decisão.

—Casimiro: tudo que você precisa saber sobre o carioca dono da live mais assistida do Brasil

Uma reportagem do UOL Esporte apurou em dados da Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro, que o influenciador tem apenas 45% da empresa criada por Allan para gerenciar sua carreira. O ex-empresário e o influenciador Victor Melo ficam com 55% da empresa. O caso não é o primeiro em que pessoas humildes ligadas ao esporte são arrastadas para contratos prejudiciais a suas próprias carreiras.

Iran recebeu apoio de sua legião de seguidores e, já com novos empresários, alugou uma mansão em Recife. “Nós fomos procurados por Iran com um pedido de socorro dele e da família, que estavam vivendo em situação de extrema pobreza e sem nenhum auxílio”, disse Marcelo Seiroz, que toca a F12 Entertainment ao lado de Falcão, à jornalista Beatriz Cesarini, do Uol Esporte.

Agora, os novos empresários do Luva de Pedreiro estão com um time de advogados que trabalham para ajustar questões financeiras e de contratos com a defesa de Allan Jesus em busca de um acordo amigável.

—Zé Neto mirou em Anitta, mas tiro n’água revelou cachês milionários pagos com dinheiro público

Publicidade

Foto destaque Iran e Allan: Henrique Arcoverde/Divulgação
Foto Iran: Reprodução/Instagram


Canais Especiais Hypeness