Diversidade

Racismo em novela: Globo é investigada pelo MP e denúncia inclui suposta diferença salarial entre brancos e negros

13 • 07 • 2022 às 12:36
Atualizada em 13 • 07 • 2022 às 15:15
Redação Hypeness
Redação Hypeness Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

O Ministério Público do Trabalho (MTP) abriu uma investigação contra a Rede Globo envolvendo o caso de racismo contra as atrizes negras de ‘Nos Tempos do Imperador’.

De acordo com as informações da coluna de Mônica Bergamo na Folha de São Paulo, as denúncias incluem as já abordadas diferenças no tratamento entre os atores da trama de acordo com sua raça. Além disso, a empresa também é acusada de pagar menos estrelas negras para realizar os mesmos trabalhos que os brancos.

Atrizes e corpo de advogados defendem responsabilização da emissora em caso de racismo e acusam Globo de diferença no pagamento de brancos e negros

Coragem de atrizes negras 

Os relatos de racismo seguem circundando o comportamento de Vinícius Coimbra, diretor da novela, acusado de instaurar uma segregação entre atores negros e brancos dentro do set da trama.

As vítimas que levaram a questão para a esfera pública são Dani Ornellas e Roberta Rodrigues, que já haviam tratado do assunto com o setor compliance da emissora.

“Quando as aranhas de se juntam, elas são capazes de criar teias para parar até um leão. E é justamente isso o que a gente pretende com toda essa movimentação”, afirma Djeff Amadeus, um dos advogados das atrizes, à coluna de Mônica Bergamo.

– Novela da Globo cria polêmica com estupro após acusações de machismo, racismo e lesbofobia 

Nas redes sociais, Roberta Rodrigues desabafou. “Obrigada aqueles que realmente não vivem o falso moralismo apenas pra fingir que é de verdade e serem aceitos em um sistema totalmente racista”, disse.

Até agora, oito pessoas foram ouvidas pelo Ministério Público do Trabalho, que investiga as denúncias de racismo contra a TV Globo.

– Coautor de ‘Babilônia’ acusa diretoria da Globo de racismo: ‘Não aceitei fazer essa nojeira’

Vinicius Coimbra

Vinícius Coimbra foi demitido da empresa depois de denúncias no set de racismo em novela que retrata período imperial no Brasil

Diretor não foi demitido por causa de acusações de racismo 

Vinícius Coimbra foi demitido em março da TV Globo. Ele era o principal acusado de racismo pelas atrizes negras que conduzem as denúncias. O diretor alega que não foi desligado por racismo, mas por “assédio moral”, e que todas as suas atitudes foram tomadas com o consentimento de seus superiores.

Além das acusações sobre as ações da direção da novela, ‘Nos Tempos do Imperador’, que relata o período do Segundo Reinado no Brasil, também foi criticada por relativizar questões raciais e dar uma abordagem pouco crítica ao momento histórico da escravidão durante o império.

“A fim de manter seu ambiente corporativo livre de discriminação, a empresa conta com um sistema de compliance atuante, com treinamentos de conscientização frequentes de seus colaboradores e um código de ética que proíbe a discriminação e pune severamente as violações apuradas”, afirmou a rede Globo em nota.

“Mas reconhecemos que, como ocorre em todos os segmentos da sociedade, há muito a avançar no caminho da diversidade, para além das rigorosas regras de compliance que praticamos no nosso dia a dia a esse respeito”, comunicou a empesa.

Publicidade

Fotos: Reprodução/Instagram/@rorodrigues Foto 2: Divulgação/Globo


Canais Especiais Hypeness