Ciência

Telescópio James Webb sofre danos ‘significantes e irreversíveis’ após choque com meteoroide

25 • 07 • 2022 às 21:18 Vitor Paiva
Vitor Paiva   Redator Vitor Paiva é jornalista, escritor, pesquisador e músico. Nascido no Rio de Janeiro, é Doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Trabalhou em diversas publicações desde o início dos anos 2000, escrevendo especialmente sobre música, literatura, contracultura e história da arte.

A Nasa confirmou que o micrometeoroide que atingiu o telescópio James Webb em maio causou danos “significantes e irreversíveis” no equipamento. De acordo com a comunicação da agência espacial estadunidense, o tamanho da partícula que atingiu o telescópio era maior do que inicialmente os cientistas imaginaram, e o impacto sobre um dos segmentos do espelho principal do James Webb causou “uma mudança significativa e incorrigível no valor geral desse segmento”.

Os hexágonos que formam o imenso espelho principal do James Webb

Os hexágonos que formam o imenso espelho principal do James Webb

-Comparação das fotos do Webb e do Hubble lado a lado mostra a diferença do novo telescópio

Uma foto compartilhada pela Nasa revelou o dano sobre o segmento C3, um dos hexágonos de 6,5 metros que formam o espelho principal. A parte do equipamento é formada por 18 segmentos de berílio sólido, e os outros 17 hexágonos do James Webb se encontram em perfeito funcionamento, e já foram realinhados para compensar o problema causado pelo impacto.

A medida do impacto: o ponto branco é o local onde a resolução se perdeu no espelho

Antes e depois: a medida do impacto aparece no ponto branco medido no espelho

-A beleza de uma estrela de oito pontas captada pelo telescópio James Webb

O diagnóstico sugere, portanto, que as incríveis fotos reveladas recentemente tiradas pelo telescópio podem ter sido um pouco afetadas pelo dano. O telescópio estaria, com isso, em performance levemente reduzida, deformando minimamente a luz dos corpos celestes e galáxias fotografadas. Ainda assim, segundo a Nasa, “apenas uma pequena parte da área foi afetada”, e os resultados realizados pelo James Webb ainda são muito superiores às metas estabelecidas para seu funcionamento.

A Nebulosa do Anel Sul fotografada pelo James Webb

A Nebulosa do Anel Sul fotografada pelo James Webb

-Imagem de estrela morta captada pelo Hubble é tão mágica que parece ficção

A imagem revelada pela agência mostra a diferença na intensidade da luz na parte inferior do espelho, no segmento impactado pelo micrometeoroide, uma partícula de tamanho equivalente a um grão de areia, mas viajando em velocidade incrivelmente alta. Tais colisões são inevitáveis, e determinam o tempo de vida funcional de um equipamento como o James Webb: desde o lançamento do telescópio, há cerca de 6 meses, 19 colisões semelhantes já aconteceram, 13 delas inofensivas, cinco com danos considerados insignificantes e somente o mais recente retratado como “grave”.

O telescópio ainda na agência espacial, antes de ser lançado ao espaço

O telescópio ainda na agência espacial, antes de ser lançado ao espaço

Publicidade

© fotos: NASA/divulgação


Canais Especiais Hypeness