Ciência

Agosto: última Superlua do ano e chuva de estrelas cadentes de cometa descoberto em 1862

04 • 08 • 2022 às 10:01
Atualizada em 05 • 08 • 2022 às 10:36
Vitor Paiva
Vitor Paiva   Redator Vitor Paiva é jornalista, escritor, pesquisador e músico. Nascido no Rio de Janeiro, é Doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Trabalhou em diversas publicações desde o início dos anos 2000, escrevendo especialmente sobre música, literatura, contracultura e história da arte.

A programação do céu está animada para o mês de agosto, com uma série de verdadeiros espetáculos astronômicos agendados para o período.

O mais aguardado é provavelmente a terceira superlua do ano, que também será a última de 2022, mas o mês também terá duas chuvas de meteoros e conjunção de diversos planetas do Sistema Solar com a lua.

Superlua registrada em Bangkok em 2022

Superlua registrada em Bangkok em 2022

-Superlua: o que é esse fenômeno e porque ele acontece

Última Superlua do ano

A terceira e última superlua de 2022 começará sua fase cheia no dia 11 de agosto, e assim permanecerá pelos três dias seguintes.

Segundo a NASA, no dia 12 ela estará no ponto mais perto da Terra, também conhecido como perigeu, e parecerá ainda maior e mais brilhante no céu: a próxima superlua só acontecerá em 3 de julho de 2023.

A superlua "de morango" surgindo sobre Nova York em junho de 2022

A superlua “de morango” surgindo sobre Nova York em junho de 2022

-Queda de meteoro filmada em Porto Alegre bate recorde de duração no ano; assista

Chuva de meteoros

A chuva de meteoros Perseidas acontecerá entre a noite do dia 12 de agosto e o início da madrugada do dia 13, em fenômeno derivado do cometa Swift-Tutle, descoberto em 1862 por cientistas estadunidenses.

As estrelas cadentes serão especialmente visíveis no hemisfério norte, mas poderão ser vistas nas regiões norte e nordeste do Brasil, com cerca de 60 meteoros por hora em seu pico.

Os meteoros da chuva de Perseidas reunidos em uma só foto em 2015

Os meteoros da chuva de Perseidas reunidos em uma só foto em 2015

-Seis fatos curiosos sobre o cometa Halley e a data em que ele deve voltar

No dia 18 será alcançado o pico da segunda chuva, de meteoros Kappa-Cignídeos, também facilmente observáveis no hemisfério norte. Com caudas curtas e cor branco-azuladas, os meteoros kappas são mais lentos e brilhantes.

-Astronauta em estação espacial tira foto incrível da Lua e da Terra juntas e viraliza

Conjunções de planetas

Outro espetáculo impactante que acontecerá nos céus de agosto será a conjunção de planetas do Sistema Solar com a lua – começando no dia 15, quando Júpiter estará próximo do nosso satélite.

No dia 19, será a vez da conjunção de Marte com a lua, com a aproximação de Vênus acontecendo seis dias depois, em 25 de agosto, e a conjunção de Mercúrio com a lua se dando no dia 29 de agosto, como encerramento da animada agenda de shows astronômicos do mês.

Conjunção recente entre a lua e o planeta Vênus

Conjunção recente entre a lua e o planeta Vênus

Publicidade

© fotos 1, 3, 4: Wikimedia Commons

© foto 2: Getty Images


Canais Especiais Hypeness