Diversidade

Giovanna Ewbank: manual de como brancos devem praticar o antirracismo

01 • 08 • 2022 às 12:11
Atualizada em 01 • 08 • 2022 às 12:24
Redação Hypeness
Redação Hypeness Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

O nome de Giovanna Ewbank virou um dos assuntos mais comentados das redes sociais nesta semana.

Isso aconteceu por uma atitude de antirracismo básica, mas que ainda é rara entre pessoas brancas. A atriz e apresentadora defendeu seus dois filhos negros depois de vê-los sendo vítimas de racismo na Europa.

Atitude de Giovanna Ewbank é um ótimo exemplo do papel de pessoas brancas na luta contra o racismo

Antirracismo na prática 

Giovanna estava junto de seus filhos Titi e Bless em um restaurante em Portugal, onde passam férias. Segundo a assessoria de imprensa de Ewbank, uma mulher que passava pela rua começou a xingar seus filhos com palavras racistas.

“A mulher estava dizendo muitas coisas. Entre elas, dizendo “pretos imundos”, “voltem para a África””, relatou a atriz ao “Fantástico”.

Além disso a assessoria também afirmou que a racista xingava outra pessoas negras que estavam no restaurante, inclusive uma dupla de angolanos.

Giovanna tomou uma postura ostensiva e decidiu questionar a mulher pelos atos de racismo. Enquanto isso, Gagliasso chamou a polícia. O vídeo de Ewbank reagindo acabou viralizando nas redes:

Uso do privilégio branco 

O caso horrendo, mas comum envolvendo Giovanna refletiu também sobre o privilégio de poder ter tomado essa atitude. Uma mulher negra que tivesse a mesma postura certamente seria reprimida pela sociedade. “Teria essa atenção toda se fôssemos pais pretos de crianças pretas?”, disse ela ainda em entrevista ao “Fantástico”.

O vídeo evidencia qual deve ser a postura das pessoas brancas frente aos atos de racismo: o combate. O antirracismo não está somente nas postagens no Instagram, em tweets bem feitos ou no que a gente compartilha nas redes sociais.

É necessário que os brancos saibam seu papel e usem de seu privilégio para combater atitudes racistas.

Confira tweets sobre o assunto:

Leia também: Jane Elliott é exemplo de como uma pessoa branca deve lutar contra o racismo

Publicidade

Fotos: Reprodução/Instagram/gioewbank/Foto 1: Reprodução/TV Globo


Canais Especiais Hypeness