Debate

Homem vestido de mulher que roubou salão de beleza é apontado como ex-namorado de dona

04 • 08 • 2022 às 17:21
Atualizada em 04 • 08 • 2022 às 17:21
Redação Hypeness
Redação Hypeness Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Um homem se vestiu de mulher para poder roubar um salão de beleza em Salvador, na Bahia. O caso bizarro aconteceu na última segunda-feira (1).

Segundo a dona do estabelecimento, o homem fantasiado com trajes femininos é seu ex-namorado. O caso está sendo investigado pela polícia baiana.

Homem se vestiu de mulher e roubou um salão de beleza no bairro de Valéria, na capital baiana; imagens do crime viralizaram nas redes sociais por conta de indumentária do criminoso.

De acordo com as informações cedidas pela mulher às autoridades, o homem teria levado diversos produtos de beleza, além de equipamentos como motores de unha, luminárias e até uma televisão. Ela alega ter tido um prejuízo de R$ 20 mil com o assalto.

– Polícia vai a casa após denúncia de massacre com esquartejamento e se surpreende

“Eu fiquei em desespero na hora, não conseguia nem falar nada. Aí eu fui gritando pelo corredor, para ver se alguém me ajudava”, relatou a dona do salão de beleza à reportagem do Balanço Geral, programa da TV Record.

A ação do criminoso foi registrada por câmeras de segurança. Nas imagens, é possível ver o homem saindo com equipamentos de dentro do salão com apoio de outra pessoa.

Confira o vídeo que capta o momento em que o criminoso foge:

– Bonnie e Clyde: a verdadeira história do dia em que o casal fora da lei foi apanhado

O caso está sendo investigado pela 8ª Delegacia Territorial (DT) de Salvador. O crime de roubo, como tipificado no Código Penal Brasileiro, tem como pena estimada um período 4 e 10 anos, além de multa. Um projeto de lei tem sido julgado na Câmara que pretende imputar agravantes a esse tipo de crime, como o uso de ameaça e violência.

Publicidade

Canais Especiais Hypeness